O Turismo de Portugal lançou esta segunda-feira na China uma campanha de promoção centrada na seleção portuguesa de futebol, campeã da Europa em 2016, visando conquistar notoriedade no maior mercado emissor de turistas do mundo.

Os nossos campeões são uma forma de captar a atenção para o resto da informação que queremos passar sobre Portugal“, explicou a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, à agência Lusa em Pequim.

Algumas das mais emblemáticas paisagens portuguesas, desde a Ribeira do Porto às lagoas açorianas, serão promovidas na China acompanhadas da imagem dos jogadores da seleção nacional a erguerem a Taça de Campeões Europeus. Segundo Ana Mendes Godinho, “esta campanha tem uma importância especial” no mercado chinês, “onde existe um défice de notoriedade de Portugal como destino turístico”.

A promoção é feita em colaboração com nove operadores turísticos chineses e foi celebrada esta segunda-feira na embaixada portuguesa em Pequim, com um almoço que incluiu alguns pratos e sobremesas típicas de Portugal, incluindo arroz de pato, caldeirada de bacalhau e pastéis de nata. A governante explicou que o Turismo de Portugal quer trabalhar com os operadores chineses para “garantir que quem vai a Portugal experimenta todo o território e não só Lisboa”.

Na capital chinesa, a secretária de Estado do Turismo reuniu ainda com representantes da companhia aérea Capital Airlines, que inaugurou em julho passado a primeira ligação direta entre os dois países. O voo, que tem três frequências por semana, entre a cidade de Hangzhou, na costa leste da China, e Lisboa, com paragem em Pequim, teve uma taxa de ocupação de 85%, no primeiro mês.

Face a este resultado, “completamente fora do normal para um primeiro voo”, a Capital Airlines “equaciona aumentar a frequência no próximo ano e começar a voar de outros destinos da China, nomeadamente Xangai”, revelou Godinho.

Situada na foz do rio Yangtze, a “capital” económica da China é sede de um município com cerca de 25 milhões de habitantes. Nos últimos três anos, o número de turistas chineses que visitaram Portugal quase duplicou, para 183.000, e no primeiro semestre do ano aumentou 40%, face ao mesmo período do ano passado.

A China é já o maior emissor mundial de turistas e, segundo estatísticas oficiais, 135,1 milhões de chineses viajaram para fora da China continental, em 2016, num aumento de 12,5% em relação ao ano anterior. Na China, Ana Mendes Godinho participará ainda na assembleia-geral da Organização Mundial do Turismo, que decorre entre 11 a 16 de setembro, na cidade de Chengdu, sudoeste do país.