O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu, reuniu-se esta terça-feira em Damasco com o Presidente sírio, Bashar al-Assad, com quem discutiu temas como a cooperação militar e a ajuda humanitária.

A cooperação militar entre a Rússia e a Síria foi abordada “no âmbito das bem-sucedidas operações das forças governamentais com o apoio da aviação russa para acabar definitivamente com o [grupo jihadista] Estado Islâmico (EI)”, segundo um comunicado oficial. “Também foram debatidos temas como a estabilização da situação na Síria, o funcionamento das zonas de trégua e o fornecimento de ajuda humanitária à população”, lê-se na nota.

O ministro russo viajou até à capital síria a pedido do Presidente, Vladimir Putin, segundo o Ministério da Defesa. O exército russo informou esta terça-feira que 85% do território da Síria já foi libertado de combatentes do EI, em resultado das operações do exército sírio com o apoio da aviação militar russa.

A Rússia iniciou a 30 de setembro de 2015 uma campanha de bombardeamentos na Síria para ajudar as forças armadas nacionais a recuperar amplas parcelas do seu território conquistadas pelos jihadistas do EI.