Futebol

Nuno Gomes abandona o Benfica

207

Nuno Gomes vai deixar a direção do Benfica, depois de ter sido substituído por Pedro Mil-Homens na direção da formação do clube da Luz.

AFP/Getty Images

Autores
  • Agência Lusa

Nuno Gomes vai deixar a direção do Benfica, depois de ter sido substituído por Pedro Mil-Homens na direção da formação do clube da Luz.

O presidente do clube, Luís Filipe Vieira, queria que o antigo jogador permanecesse nos quadros e até lhe propôs que continuasse no Benfica como ‘braço-direito’ do novo responsável ou como diretor de relações internacionaisl, confirmou à Lusa fonte oficial do clube.

O Nuno Gomes pediu alguns dias para refletir e hoje agradeceu e anunciou que não iria aceitar, decidindo enfrentar uma nova etapa profissional”, explicou a fonte encarnada, acrescentando que a direção do Benfica “deseja a maior sorte” ao antigo avançado, que “terá sempre as portas abertas, até porque está muito ligado a esta direção”.

O antigo jogador terá considerado que a oferta não era digna para quem já teve as suas responsabilidades. De acordo com uma fonte citada pelo DN, a entrada de Pedro Mil-Homens na liderança da formação do Benfica enquadra-se numa “reestruturação e reconfiguração na estrutura” formativa do clube, incluindo um “novo cargo para liderar o Caixa Futebol Campus, com integração com a vertente de ensino”.

Nuno Gomes, de 41 anos, alinhou no Benfica durante grande parte da carreira futebolística, tendo ainda jogado em clubes como Boavista, Fiorentina, Sporting de Braga e Blackburn Rovers, a sua última camisola, em 2012/13. No passado dia 5 de setembro, o Benfica anunciou a substituição de Nuno Gomes por Pedro Mil-Homens, antigo responsável pela academia do rival Sporting, menos de dois anos após ter iniciado funções.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Futuro

As novas tecnologias e o futuro do ser humano

Maria de Sousa Pereira Coutinho

A “utopia trans-humanista” reside em se considerar o progresso como uma transformação da nossa concepção de vida e da própria “condição humana”, a fim de se obter um outro ser humano, um “homem novo".

Mundial 2018

O orgulho da Nação /premium

Paulo de Almeida Sande

Eu, português, da Nação dos lusitanos, “Estou Aqui”, sou da têmpera dos antigos Descobridores, sou do tamanho do Cristiano, o melhor do Mundo. Tenho direito a ser feliz. Façam lá o favor de ganhar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)