Música

O plágio do “Julio Iglesias português” lá fora

396

"Um ídolo do público romântico que enche auditórios". Tony Carreira tem fãs fora de Portugal e, por isso, a acusação de plágio de 11 músicas de autores estrangeiros também ultrapassou as fronteiras.

“O Júlio Iglesias português, acusado de ser um plagiador” — é o título da notícia publicada esta quinta-feira no jornal espanhol El País sobre o alegado plágio de Tony Carreira de 11 músicas de autores estrangeiros. Porquê este título? Porque “Tony Carreira é para Portugal o que Júlio Iglesias é para Espanha”.

Chamam-lhe “um ídolo do público romântico que enche auditórios tanto em Portugal como na sua segunda casa, França” ou o cantor que “apaixona o público com canções como Depois de ti mais nada“.

O ídolo, no entanto, parece ter copiado músicas e tê-las colocado em seu nome”, conta a notícia que foi também publicada no site Turkey Telegraph.

O cantor português Tony Carreira foi acusado esta quarta-feira pelo Ministério Público de plagiar 11 músicas de autores estrangeiros, com a colaboração do compositor Ricardo Landum, também arguido.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)