O BE vai chamar o ministro da Saúde ao parlamento com caráter de urgência para prestar esclarecimentos sobre as reivindicações dos enfermeiros e “medidas concretas” para lhes corresponder, anunciou o grupo parlamentar bloquista.

“O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda requer, com caráter de urgência, a audição do Ministro da Saúde sobre a situação dos profissionais de enfermagem, suas reivindicações e medidas concretas para corresponder às mesmas”, lê-se no requerimento subscrito pelo deputado Moisés Ferreira.

O BE junta-se, assim, ao PCP que já havia divulgado ter pedido a presença do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, para prestar esclarecimentos sobre a situação dos enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

PCP chama ministro da Saúde ao parlamento para explicar situação dos enfermeiros

Os bloquistas defendem que “repor o valor das horas de qualidade, garantir as 35 horas para todos os profissionais de enfermagem, aumentar a base salarial destes profissionais e valorizar a sua especialização são propostas que devem avançar rapidamente”, além da “necessidade de contratar mais profissionais de enfermagem para o SNS” e “negociar a revisão da carreira de enfermeiro”.