Ex-jornalista, divorciada e plebeia. Letizia Ortiz não nasceu para ser princesa ou rainha, mas quis o destino que Felipe VI de Espanha se apaixonasse por ela (e vice-versa). Após um namoro discreto e mantido quase em absoluto secretismo, o casal anunciou o noivado perante os media. Estávamos em 2003, diante das câmaras de filmar e de fotografar quando Letizia interrompe o noivo. Ela sempre foi descrita como sendo mais espontânea do que o marido, mas tais gaffes eram coisas que a Casa Real espanhola não podia tolerar.

Seguiu-se uma formação intensa em protocolo, idiomas, História de Espanha e renúncias pessoais. Seguiram-se também poucos sorrisos diante dos jornalistas. Letizia era mulher que não sorria só porque sim, uma realidade que haveria de mudar com tempo. O perfil enquanto futura rainha, inicialmente criticada por uns e outros, também.

José Apezarena, jornalista especializado na Casa Real e autor do livro Felipe e Letizia, a conquista do trono chegou a dizer em entrevista ao Observador que Letizia deu provas do quão empenhada estava, na relação com Felipe e com Espanha, logo nos primeiros meses de noivado:

Afinal, que condições é que são necessárias para ser rainha? Ter sangue real? Lady Di tinha e correu mal. É preciso ter traços de personalidade fortes, como vontade e empenho. E isso, Letizia demonstrou várias vezes. Quando o noivado foi anunciado era preciso arranjar-lhe um sítio novo para viver que não o seu apartamento em Madrid por razões de segurança. E como não encontraram, ela foi viver para o palácio de Zarzuela [residência dos reis de Espanha]. Então, quando se casou, já tinha passado seis meses em Zarzuela, vendo como ia ser a sua vida. E foi tão duro que nalgumas ocasiões, disse a Felipe: “Isto é tão difícil, tira-me daqui.”

“O desafio da monarquia é demonstrar que é útil ao país”

Esta sexta-feira, a rainha que tem fama de mandar no marido e recorrer a operações plásticas faz 45 anos, 14 deles passados entre a realeza. Para trás fica a jornalista que chegou a estar casada durante um ano com um professor de literatura e a viver numa casa alugada. Letizia é hoje uma presença e personagem forte da Casa Real espanhola, que tem marcado pela diferença devido ao estilo sóbrio e clássico que, volta e meia, é alternado com vestidos curtos e justos.

Em fotogaleria ficam algumas imagens dos anos mais recentes da rainha plebeia.