Segurança Informática

Bruxelas propõe criação de agência europeia contra ciberataques

A Comissão Europeia propôs a criação da Agência da União Europeia para a Cibersegurança. O objetivo é melhorar a resposta e a prevenção contra ameaças digitais.

A base vai ser a atual Agência para a Segurança das Redes e da Informação

OLIVER BERG/EPA

A Comissão Europeia propôs esta terça-feira a criação da Agência da União Europeia (UE) para a Cibersegurança para melhorar a resposta e a prevenção contra ameaças através das tecnologias digitais na União Europeia.

Para dotar a Europa de instrumentos adequados para lidar com os ciberataques, a Comissão Europeia propôs medidas destinadas a reforçar o setor da cibersegurança na UE e que incluem a criação da Agência da UE para a Cibersegurança e ainda de um novo sistema europeu de certificação que garanta que os produtos e serviços no mundo digital são seguros.

A agência terá por base a atual Agência para a Segurança das Redes e da Informação e receberá um mandato permanente para ajudar os Estados-membros a prevenirem e a responderem eficazmente aos ciberataques. A agência terá como missão melhorar o grau de preparação da UE para reagir através da organização de exercícios anuais de cibersegurança a nível europeu e garantirá uma melhor partilha de informações e conhecimentos sobre ameaças, por intermédio da criação de centros de partilha e análise de informações.

Por outro lado, contribuirá para criar e aplicar o quadro de certificação à escala da UE que a Comissão propõe para garantir que os produtos e os serviços são ciberseguros.

Por seu lado, o reforço da capacidade da UE para a cibersegurança passará, segundo a proposta, pela criação do Centro Europeu de Investigação e de Competências em matéria de Cibersegurança, um projeto-piloto a ser lançado no próximo ano.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Inovação

#PortugalMaisDigital!

Rogério Campos Henriques

É importante existir um movimento que incentive a utilização dos recursos digitais existentes na sociedade por todos os cidadãos, de forma consciente e informada. E este é o grande propósito do MUDA.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)