Desde 2015 que o Iémen está submerso numa guerra civil. Os preços da comida estão inflacionados em 60% e mais de metade dos 26 milhões de pessoas que ali vivem tem fome. Dados de 2015 da UNICEF dizem que 96.600 crianças com menos de cinco anos estão em risco de subnutrição aguda. Em março desse ano eram 23 mil. Em 2016, Saleem tornou-se a cara da fome no Iémen.

Saleem, um menino de sete anos, foi levado pela família de Baqea, onde vivia, até um hospital em Hodeidah. A família fez uma viagem de carro de uma hora para que a criança morresse com dignidade. Mas a equipa médica do hospital dedicou-se de corpo e alma a Saleem e conseguiu a sua recuperação. Um jornalista inglês, que estava no país a cobrir a guerra civil, descobriu a história e o menino tornou-se a imagem viva da fome no Iémen.

Um mês depois, o Metro testemunhou a incrível recuperação de Saleem. Mas agora, um ano depois, a BBC descobriu o menino. Já em casa, as diferenças são notórias. Mas Saleem teve danos cerebrais devido à subnutrição contínua e tem o crescimento estagnado.

Agora com oito anos, continua a ser o rosto mais conhecido dos milhares de crianças que passam fome no Iémen. Veja o que mudou num ano na vida de Saleem.

Yemen war: What happened to Saleem?

It has been a year since starving Saleem became the face of Yemen's suffering. But where is he now? The BBC News at Ten went back to find him.

Posted by BBC News on Tuesday, September 19, 2017