Os portugueses Filipe Lima e Ricardo Melo Gouveia garantiram esta sexta-feira presença nas voltas decisivas da 11.ª edição do Portugal Masters, prova do principal circuito europeu de golfe, que decorre em Vilamoura.

No campo Dom Pedro Victória, Filipe Lima terminou a segunda volta com 66 pancadas (cinco abaixo do Par), marcando seis ‘birdies’ (uma abaixo), cinco dos quais na segunda volta, e apenas um ‘bogey’ (uma abaixo). Na volta de quinta-feira, o golfista português, que no fim de semana passado terminou na 16.ª posição o KLM Open, marcou 69 pancadas, seguindo assim com um agregado de 135 pancadas.

“Nos primeiros buracos segurei um bocadinho e depois no final sabia que podia conseguir. A cabeça esteve bem desde o principio e isso foi fantástico”, afirmou Filipe Lima, que, ainda com a volta a decorrer, subiu do 41.º para o 14.º posto da classificação geral.

Filipe Lima, que está à porta do top-10, diz que os objetivos para as voltas decisivas são chegar mais perto da liderança: “A primeira meta está conseguida, agora tenho a segunda que é chegar mais perto dos líderes.”

Ricardo Melo Gouveia, que no ano passado foi o único português a passar o ‘cut’, terminou a volta com um agregado de 136 pancadas, seguindo no 19.º lugar da classificação. Na segunda volta, Melo Gouveia entregou um cartão com 67 ‘shots’, marcando dois ‘bogeys’ nos primeiros nove buracos, e seis ‘birdies’, cinco dos quais nos últimos nove.

“Hoje, o jogo saiu mais fluido, ontem [quinta-feira], entrei um pouco nervoso. Nos segundos nove libertei-me e acabei bastante bem”, considerou o jogador, admitindo que ainda é “prematuro falar num lugar no top-10”, depois de em 2016 ter sido 22.º classificado no Portugal Masters.

Fora das duas voltas decisivas, por não terem conseguido ultrapassar o ‘cut’, que fechou nas 139 pancadas, ficaram 11 jogadores portugueses: Pedro Figueiredo, Tomás Santos Silva, Hugo Santos, João Carlota, Miguel Gaspar, Tomás Bessa, João Ramos, Tiago Cruz e Tiago Rodrigues e os amadores Vítor Lopes e Tomás Gouveia.

O italiano Nino Bertasio lidera o torneio, com um agregado de 130 pancadas (12 abaixo), depois de ter marcado 65 ‘shots’ em cada uma das voltas disputadas, seguido de uma dupla formada pelo norueguês Lucas Bjerregaard e pelo escocês Marc Warren, que seguem com um agregado de 131.