Assumida a promessa de que todo e qualquer modelo da marca britânica lançado depois de 2020 contará com alguma forma de electrificação, a Jaguar pondera começar esta ofensiva de um modo particularmente desportivo – nada mais, nada menos que dando a conhecer, com a nova geração do modelo, um F-Type eléctrico.

Modelo de sucesso na oferta da marca do felino, o F-Type tem desde já garantida a continuação no portefólio da Jaguar, segundo revelou o director de design, Ian Callum, à Automotive News. Sendo que a futura geração, que só deverá chegar ao mercado dentro de alguns anos, deverá surgir também com uma motorização eléctrica.

Garantindo que o modelo receberá um sistema de propulsão mais avançado, Callum assumiu que “existem algumas pessoas que acreditam que os desportivos são uma espécie em extinção, devido ao surgimento de uma série de SUV cada vez mais desportivos”. No entanto, para o director de design da Jaguar, “existe algo de muito emocional num desportivo”. O que o leva a antecipar: “O mais certo é que venhamos a desenvolver uma nova geração de desportivos.”

Quanto à questão das motorizações, o designer preferiu não avançar qualquer solução, recordando apenas uma promessa feita já pelo fabricante, segundo a qual “todo e qualquer modelo a lançar depois de 2020, terá alguma forma de electrificação – seja ela 100% eléctrica, híbrida plug-in ou mild hybrid”.

Quanto ao actual F-Type ainda em comercialização, foi alvo de uma ligeira actualização, da qual faz parte igualmente a introdução de um novo quatro cilindros, menos potente, embora também (um pouco) mais acessível.

Presente na oferta do fabricante de Coventry desde 2013, altura em que foi o responsável por recolocar a Jaguar num segmento onde já não estava desde o desaparecimento do E-Type, em 1975, o coupé desportivo de dois lugares já vendeu, nestes quatro anos, cerca de 45 mil unidades.