Os europeus vão deixar de ser “perseguidos” pelos anúncios na internet. A mudança só entra em vigor em 2018, mas promete salvaguardar os dados de todos os utilizadores.

Chama-se publicidade “retargeting” e pode ser um dos maiores “pesadelos” para os internautas: trata-se daquela publicidade que o “persegue” com conteúdos que visitou ou procurou recentemente. Este tipo de publicidade põe em causa a privacidade dos utilizadores – já que controla o acesso àquilo que procuramos -, mas uma nova lei da União Europeia vem pôr fim a isso.

A nova Regulação Geral de Proteção de Dados da União Europeia foi aprovada em abril do ano passado e entra em vigor no próximo ano, a 25 de maio. Todos os países membros da UE estão obrigados a cumpri-la e, na essência, trata-se de permitir ao utilizador ter mais poder de controlo sobre os dados.

Uma das obrigatoriedades da nova lei prende-se com o acesso às nossas informações – ou seja, a recolha de dados terá de ser autorizada expressamente pelos utilizadores. Para além disso, qualquer pessoa pode ter acesso, em formato digital e gratuitamente, a uma cópia de todos os dados que lhe foram recolhidos.

Outro ponto fundamental (e talvez o mais importante): o direito do titular de eliminar os dados recolhidos. As companhias estão também obrigadas a avisar num prazo de 72 horas se os seus dados estiverem a ser “filtrados” – impedindo, assim, a ausência de resposta durante meses, deixado o utilizador desprotegido.

Logo que o responsável pelo tratamento tenha conhecimento de uma violação de dados pessoais, deverá notificá-la à autoridade de controlo, sem demora injustificada e, sempre que possível, no prazo de 72 horas após ter tido conhecimento do ocorrido”, lê-se no novo regulamento.

Esta nova proteção já acontece com outras empresas e entidades. É o caso da Apple que integrou no Safari (o seu navegador web) uma proteção contra este tipo de publicidade. Além disso, os utilizadores podem servir-se de outras ferramentas e extensões – como o AdBlock, que bloqueia este rastreio publicitário.