O furgão e-NV200 é, desde há muito, o veículo da Nissan que tanto serve para o transporte de carga em circuito urbano, como para a deslocação de pessoas. Porém, a sua bateria não lhe permitia grandes veleidades, no que respeita à autonomia.

Consciente que é fundamental dotar os veículos eléctricos com a capacidade de ir mais longe, sem necessidade de recarregar a bateria, a Nissan tratou de optimizar o seu furgão movido a electricidade, equipando-o com aquilo que tinha mais à mão: as novas baterias do Leaf.

O desejo de tornar os furgões eléctricos mais interessantes faz, segundo a marca japonesa, todo o sentido, pois no Reino Unido, por exemplo, há mais 10% de veículos a circular face ao que existia em 2000. Mas desses apenas 4% são automóveis ligeiros, com o maior incremento a registar-se (nada menos que 38%) entre os veículos comerciais ligeiros. De acordo com a Nissan, graças ao comércio online, que criou um novo mercado para veículos que circulam 24h por dia, para fazer chegar as compras ao seu destino.

Agora com uma capacidade de 40 kWh, o e-NV200 incrementou em 100 km a sua autonomia, anunciando um total de 280 km, sem necessidade de visitar um posto de carga. Além disso, é bem possível que, em breve, especialmente depois de ser apresentado o Leaf com bateria de 60 kWh, a acontecer já em 2018, o furgão eléctrico venha a beneficiar de uma versão long range, equipada com o mesmo acumulador, que lhe deverá assegurar cerca de 400 km, um valor que começa a ser muito apelativo para um comercial destinado a operar em circuito urbano.