O Presidente dos Estados Unidos saudou esta terça-feira em Porto Rico os trabalhos de recuperação que estão a ser realizados naquela ilha norte-americana devastada em setembro pelo furacão Maria, minimizando, no entanto, a situação em comparação com outras intempéries.

Donald Trump, que realiza esta terça-feira uma visita de cerca de cinco horas a Porto Rico para constatar os danos provocados pelo furacão Maria e testemunhar a evolução dos trabalhos de recuperação, fazia uma comparação com o furacão Katrina que atingiu, em 2005, a região de Nova Orleães, no Estado do Louisiana, e que fez mais de 1.800 mortos.

Em Porto Rico, o furacão Maria fez 16 vítimas mortais.