Dando continuidade a uma “tradição” que já remonta a 1989 e ao Discovery original, quando deu provas da capacidade de reboque do seu então novo todo-o-terreno, fazendo-o puxar várias carruagens, a Land Rover vem agora elevar a fasquia fixada em 2016, quando um Discovery Sport equipado com um turbodiesel 2,0 litros “arrastou” três carruagens de luxo, com um peso combinado de mais de 100 toneladas.

Desta feita, e já no alcatrão, uma unidade do mesmo modelo puxou não apenas um camião de 12 toneladas, mas também sete atrelados, num total de mais de 110 toneladas! Como só o camião e os atrelados atingiam, em termos de peso, as 100 toneladas, a Land Rover teve de acrescentar mais 10 toneladas de lastro, de forma a poder bater a anterior marca.

Equipado com um seis cilindros 3,0 litros Td6 a debitar 254 cv e 600 Nm de binário, o Discovery MY 2018 conseguiu o feito numa estrada localizada em pleno deserto australiano, rebocando um “comboio” com 100 metros de comprimento, durante 16 km e a uma velocidade máxima de 43,4 km/h.

[jwplatform tBBHOx9D]

Sem qualquer alteração face à sua configuração original, seja no motor, caixa automática de oito velocidades ou sistema de tracção integral, o Discovery em questão foi acoplado ao tractor e respectivos reboques através de uma ligação também perfeitamente estandardizada e disponível no mercado.

A actualização para 2018 do Discovery estreia um novo quatro cilindros turbodiesel Ingenium 2,0 litros, a debitar 296 cv de potência e 400 Nm de binário, disponibilizando também amais recente evolução do sistema de infoentretenimento ProTouch com ecrã táctil de 10”, um novo painel de instrumentos totalmente digital de 12,3″ e segunda geração do já conhecido head-up display. Sem esquecer o sistema de limpeza do ar no habitáculo Cabin Air Ionization, o qual faz a sua estreia neste modelo.