Apenas 24 horas após a britânica Autocar ter avançado com a notícia de que a Land Rover se preparava para lançar uma versão híbrida plug-in do Range Rover Sport, eis que… aconteceu! O Range Rover Sport PHEV chega agora aos mercados com a actualização da gama para 2018 e, entre os vários argumentos, anuncia uma potência aumentada para 404 cv e 640 Nm de binário, e a capacidade de cumprir até 50 km, em modo exclusivamente eléctrico.

22 fotos

Exibindo a denominação “P400e” e com a tomada de carregamento escondida na grelha frontal, o Range Rover Sport PHEV tem na base um quatro cilindros 2,0 litros turbo a gasolina pertencente à família Ingenium, a funcionar em conjunto com um motor eléctrico colocado em posição central na plataforma e integrado na transmissão. Enquanto o motor de combustão anuncia uma potência máxima de 300 cv, o eléctrico acrescenta-lhe mais 116 cv, perfazendo assim uma potência total de 404 cv e 640 Nm de binário.

Contando com um pack de baterias de iões de lítio de 13,1 kWh, o Range Rover Sport P400e consegue garantir ainda autonomias em modo exclusivamente eléctrico de até 50 km, sendo que, uma vez com as baterias descarregadas, necessita de cerca de 2h45m para, recorrendo a uma wallbox de 32 amperes, repor a totalidade da capacidade. Ou então, de 7h30, se utilizado um cabo de carregamento cuja potência máxima admissível é de 10 amperes.

[jwplatform gDWZHRuW]

Aplicando o optimista ciclo de apuramento de consumos NEDC, este SUV híbrido consegue médias na ordem dos 2,8 l/100 km, valor correspondente a emissões de CO2 de 64 g/km. Números que não deixam de ser surpreendentes, tendo em conta o peso e as dimensões de um modelo que também garante acelerações dos 0 aos 100 km/h em 6,7 segundos e uma velocidade máxima de 220 km/h (137 km/h em modo eléctrico).

SVR com mais potência

17 fotos

Com esta renovação, surge não somente uma variante mais ecológica, mas também uma outra, mais radical: o SVR. Proposta que era já a versão mais desportiva do modelo, cortesia de um V8 5,0 litros, agora renovado e a debitar mais 25 cv e 20 Nm que anteriormente; ou seja, 575 cv de potência e 700 Nm de binário.

Graças a estes argumentos, o mais musculado dos Range Rover Sport consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,5 segundos, atingindo a velocidade máxima anunciada de 283 km/h.

Estética melhorada e mais equipamento

A renovada família Range Rover Sport recebeu igualmente alguns retoques na estética exterior, entre os quais, uma grelha frontal mais estreita, novas ópticas LED, além de um pára-choques dianteiro redesenhado, a garantir não somente uma melhor circulação do ar, mas também uma melhor refrigeração do motor. Do novo pacote fazem ainda parte novas jantes de 21 e 22”, novas aplicações em preto brilhante e um spoiler mais agressivo.

[jwplatform mGYI9N5C]

Já no interior, bancos dianteiros mais finos e aplicações em ébano, um tablier revestido a pele (agora mais parecido com o do Range Rover mais clássico), assim como luz ambiente disponível em 10 cores. Isto a par do sistema de limpeza do ar no habitáculo, que utiliza partículas microscópicas de água tratada, como forma de decompor as substâncias nocivas.

Interessante, igualmente, é possibilidade de “brincar” com o tecto de abrir eléctrico, accionando-o através de um simples gesto em frente ao retrovisor interior. Isto, ao mesmo tempo que existem dois ecrãs tácteis de 10″, parte do sistema de infoentretenimento Touch Pro Duo, a que se soma ainda um novo painel de instrumentos totalmente digital de 12″ e um head-up display a cores de 10″.