Rui Rio está a tentar obter apoios junto dos apoiantes de Passos Coelho, que na última semana indicou que não irá recandidatar-se à liderança do PSD. O Expresso diz que o ex-presidente da câmara municipal do Porto já tem tudo pronto para avançar com a campanha, incluindo o slogan —é hora de agir” — e o cartaz.

O Expresso não cita diretamente o candidato mas fonte da candidatura diz que vai haver “muitas surpresas” entre os apoiantes de Rui Rio, incluindo “muita juventude, muitas mulheres e grande adesão de gente das áreas urbanas e dos meios universitários”. Não será uma candidatura apenas com “velhos barões”, garante a candidatura.

Enquanto Rui Rio prepara a candidatura, surgem possíveis alternativas como o vice da câmara de Cascais, Miguel Pinto Luz, como o Observador já tinha noticiado na sexta-feira. Além disso, Santana Lopes continua sem revelar se avança ou não (decide até domingo, apurou o Observador) — o Expresso diz que a candidatura de Rui Rio considera Santana Lopes “o empregado do Costa”, por ter sido nomeado provedor da Santa Casa por António Costa e por, entretanto, ter colocado vários socialistas na instituição.

Tal como o Observador já tinha avançado, a candidatura será apresentada entre terça-feira e quinta-feira numa cidade entre Lisboa e Porto. A Antena 1 noticiou durante a tarde de sexta-feira que seria na quarta-feira e em Coimbra, mas o Expresso diz que Rui Rio está tentado a contrariar a fuga de informação e escolher outro dia e/ou outra cidade do centro do país para apresentar a candidatura.

Santana decide até domingo. Porque recuaram Montenegro e Rangel?