Saúde

Trinta anos e trinta histórias da transplantação de medula em Portugal reunidas em livro

213

O mais antigo sobrevivente de um transplante de medula em Portugal submeteu-se a esta intervenção há 30 anos, aos três anos de idade, e recorda-se bem das "doses de mimo" que recebeu no IPO de Lisboa.

No dia do lançamento deste livro vai ser lançada a Agenda Solidária 2018, cujas vendas contribuirá para a construção da nova UTM do IPO de Lisboa

MOHAMMED BADRA/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O mais antigo sobrevivente de um transplante de medula em Portugal submeteu-se a esta intervenção há 30 anos, aos três anos de idade, e recorda-se bem das “doses de mimo” que recebeu no IPO de Lisboa, pioneiro nesta cirurgia.

A história de Joel é a primeira de 30 que constam de um livro que será lançado no próximo dia 18, com o qual a Unidade de Transplante de Medula (UTM) do Instituto Português de Oncologia (IPO) Lisboa está a assinalar o pioneirismo da instituição nesta área.

Tal como Joel, outros 29 doentes dão o seu testemunho nesta publicação, que conta ainda com um depoimento do médico que dirige o departamento de hematologia e o serviço de transplantação de progenitores hematopoiéticos neste IPO, Manuel Abecassis, responsável pelo primeiro transplante.

O médico recorda que, “ao longo destes 30 anos, realizaram-se no IPO de Lisboa 1.858 transplantes (1.061 autólogos e 797 alogénicos), o que corresponde a um total de 1.665 doentes tratados”, sendo que “alguns foram submetidos a mais de um transplante”.

A celebração deste 30º aniversário ocorre numa altura em que a UTM se prepara para dar uma resposta mais adequada à procura, tendo em conta que atualmente nem todos os doentes que precisam encontram a devida resposta, por falta de capacidade.

A resolução deste problema passa pelo aumento da capacidade de resposta da UTM, com a construção de uma nova unidade de internamento para doentes transplantados, um investimento de um milhão de euros”, segundo o IPO de Lisboa.

Este hospital adiantou que “a UTM será aumentada para 12 quartos individuais, todos adequados às especificidades dos doentes que necessitam de internamentos de longa duração, em ambiente de baixo teor microbiano (isolamento) e com os níveis de conforto, higiene e segurança recomendados”.

“Com este investimento, conseguiremos melhorar a qualidade dos serviços prestados aos doentes, que passarão a ser transplantados e internados em instalações adequadas, com conforto e em segurança. Os ganhos de produção também serão significativos: a abertura de mais cinco camas permitirá a realização de mais cinco transplantes por mês, 61 por ano, o que quase duplica a capacidade de resposta do IPO Lisboa”, indica a instituição.

A construção desta nova unidade de transplantação de medula deverá permitir a realização de 147 transplantes no primeiro ano e 156 transplantes a partir do segundo ano, após o período de adaptação da equipa de saúde à nova estrutura de internamento.

Francisco Ramos, presidente do conselho de administração do IPO de Lisboa, escreveu no livro “30 anos — 30 escolas” que a sua equipa está determinada “a continuar a fazer história”.

Queremos continuar na vanguarda das atividades médica, científica, assistencial e de formação. Queremos responder em tempo útil às necessidades dos doentes que precisam de ser transplantados. Queremos continuar a prestar cuidados de saúde de qualidade. Queremos continuar a tratar e a cuidar com humanidade e a ser merecedores da confiança que os doentes e a sociedade depositam”, lê-se no livro.

No dia do lançamento deste livro será igualmente lançada a Agenda Solidária 2018, cuja verba resultante das vendas contribuirá para a construção da nova UTM do IPO de Lisboa.

O livro conta com o alto patrocínio do Presidente da República — que estará presente no lançamento do livro “30 anos — 30 histórias” e da Agenda Solidária 2018 — e reúne textos de 12 personalidades que partilham uma história importante sobre uma “primeira vez” que fez a diferença no seu percurso de vida e na sua entrega aos outros.

Guilherme de Oliveira Martins, Rita Blanco, Frei Fernando Ventura, Fátima Lopes, Rodrigo Guedes de Carvalho, Maria Manuel Mota, Rui Patrício, Patrícia Reis, Zé Pedro, Clara Ferreira Alves, Bruno Nogueira e Maria Teresa Horta são os autores dos 12 textos.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)