O Governo espanhol e o principal partido da oposição (PSOE) acordaram convocar eleições autonómicas na Catalunha em janeiro, confirmou esta sexta-feira à TVE a secretária da Igualdade dos socialistas, Carmen Calvo. Segundo a página eletrónica da TVE, Calvo foi questionada sobre a veracidade da notícia do diario.es, que avança com essa possibilidade, e respondeu que “sim”, é verdade.

Calvo lidera a delegação do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) que está a negociar com o executivo as medidas concretas que serão aprovadas no sábado no Conselho de Ministros extraordinário convocado para aplicar o artigo 155.º na Catalunha para que a comunidade regresse à ordem constitucional, após o referendo pela independência, considerado ilegal por Madrid.

“O secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, vê como absolutamente claro que isto (a aplicação do 155.º) é para levar a Catalunha a eleições”, disse Calvo, que instou o presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, a antecipar-se e convocar as eleições para evitar a aplicação desta medida constitucional nunca antes utilizada.