Jerónimo De Sousa

Jerónimo de Sousa sobre os fogos: “Governo ficou mal na fotografia”

2.238

Na primeira entrevista após as eleições autárquicas, que a Antena 1 passa amanhã, o líder do PCP não poupa críticas ao governo. E explica os pontos em que não está alinhado com António Costa.

ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

A relação do Executivo de António Costa com os seus parceiros de esquerda já viveu melhores dias. E (mais um) sinal desse ambiente menos amistoso é dado pelo líder do Partido Comunista (PCP), para quem “o Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação” nos fogos de Pedrógão Grande e do último fim-de-semana.

Na primeira entrevista após as eleições autárquicas — que a Antena1 divulga este sábado a partir das 12h00 –, Jerónimo de Sousa revela aos jornalistas Maria Flor Pedroso e João Vasco que não ficou desagradado apenas com a falha de resposta aos fogos deste verão. E, neste campo, insiste que o Banco de Terras não passará na avaliação do PCP.

Também a resposta de António Costa no debate quinzenal da última quarta-feira sobre a possibilidade de agravar o défice para cumprir a reforma da floresta não deixou o líder dos comunistas satisfeito.

Jerónimo defende défice de 1,2% (mais 400 milhões de euros) para o plano da reforma florestal e, mais, garantiu não estar disponível para que, em nome desse plano, se retire “o pão para a boca” daqueles que mais sofreram. Isto significa que o líder do PCP não aceita que o descongelamento das carreiras ou o alívio proposto nos escalões do IRS fiquem pelo caminho.

Assegura, contudo, que na medida que prevê o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego e o aumento da derrama estão alinhados com o governo de Costa e que tal será aprovado na especialidade.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições

Contagem decrescente /premium

Manuel Villaverde Cabral

O grande problema do PS será prometer o fim da «geringonça» sem que as muletas do governo – o PCP, o BE e os seus eleitorados – lhe venham a negar uma maioria que o PS já só poderá fazer com Rui Rio. 

Crónica

A lobotomia nasceu aqui /premium

Alberto Gonçalves
194

Quando não estão a pagar impostos ou a ver a CMTV, as vítimas vão tirar “selfies” com os carrascos e prometem-lhes devoção e votos. Os portugueses apreciam ser humilhados ou não percebem o que são?

China

Os chineses vestem Prada /premium

Diana Soller

Depois de quatro décadas de crescimento, consolidação e expansão económica internacional não acreditar que Pequim veio para ficar como importante ator no sistema internacional só pode ser uma ilusão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)