533kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Salvador Sobral tem um sósia (em Espanha). E também canta

Este artigo tem mais de 5 anos

O ator Miquel Fernández venceu a quarta gala do programa "A tua cara não me é estranha" com uma interpretação de Salvador Sobral.

i

Portátil On Time

Portátil On Time

O cantor Salvador Sobral foi novamente motivo de inspiração fora de fronteiras. Desta vez, a interpretação da canção vencedora do festival da Eurovisão “Amar pelos dois” foi reproduzido por Miquel Fernández, na edição espanhola do programa televisivo “A tua cara não me é estranha”.

Veja o vídeo da atuação em espanhol:

Em alternativa, caso utilize o browser Google Chrome, siga o link da Antena 3.

A versão do ator espanhol foi tão idêntica à do cantor português que Miquel acabou por ganhar nesta quarta edição do programa televisivo, com 12 pontos finais. Ao longo da atuação, é possível ver os olhares de espanto e de satisfação por parte do público e dos jurados, que, no final, aplaude o intérprete com uma ovação de pé.

Também por cá, os fãs aprovaram a imitação: “a caracterização estava excelente. Miquel esforçou-se imenso e, apesar de ter exagerado nos gestos, esteve mesmo muito bem”, escreveram alguns utilizadores na página de Facebook do concurso. “Deu para matar as saudades do Salvador”, considerou outro.

Não é a primeira vez que a música vencedora portuguesa recebe versões internacionais. Na edição eslovena do programa, em setembro deste ano, a cantora e atriz Lea Sirk conseguiu o primeiro lugar também com o “Amar Pelos Dois”.

A música composta pela irmã, Luísa Sobral, deu um resultado histórico a Portugal no festival europeu, vencendo com 758 pontos, a maior pontuação alguma vez registada na história da Eurovisão.

Salvador Sobral imitado no “A tua cara não me é estranha” da Eslovénia

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.