O líder do partido da extrema-direita austríaca FPÖ, Heinz-Christian Strache, aceitou esta terça-feira iniciar negociações com os conservadores de Sebastian Kurz, vencedores das legislativas de 15 de outubro, com vista à formação de uma coligação governamental.

Strache deu uma resposta apenas três horas depois de Kurz ter formalmente proposto a abertura dessas conversações, que deseja ver concluídas “antes do Natal”.

“Nós aceitámos o convite”, declarou Strache.

O êxito das negociações permitiria ao FPÖ regressar ao poder 17 anos depois do último convite, feito por outro conservador, Wolfgang Schüssel, em 2000.