Áustria

Extrema-direita austríaca aceita negociações governamentais

O líder do partido da extrema-direita austríaca FPÖ, Heinz-Christian Strache, aceitou iniciar negociações com os conservadores de Sebastian Kurz com vista à formação de uma coligação governamental.

CHRISTIAN BRUNA/EPA

O líder do partido da extrema-direita austríaca FPÖ, Heinz-Christian Strache, aceitou esta terça-feira iniciar negociações com os conservadores de Sebastian Kurz, vencedores das legislativas de 15 de outubro, com vista à formação de uma coligação governamental.

Strache deu uma resposta apenas três horas depois de Kurz ter formalmente proposto a abertura dessas conversações, que deseja ver concluídas “antes do Natal”.

“Nós aceitámos o convite”, declarou Strache.

O êxito das negociações permitiria ao FPÖ regressar ao poder 17 anos depois do último convite, feito por outro conservador, Wolfgang Schüssel, em 2000.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)