A Hyundai Mobis, uma das empresas do gigante sul-coreano com interesses também na indústria automóvel, apresentou o primeiro airbag de tejadilho, para automóveis com tecto panorâmico em vidro. E que, basicamente, destina-se a proteger os ocupantes, ou até mesmo a evitar que sejam projectados para fora do carro, em caso de capotamento.

Esta nova solução – muito idêntica aos airbags de cortina que já se utilizam em muitos automóveis, como forma de protecção lateral para os ocupantes – deverá ser instalada na zona traseira do tecto panorâmico. Cobrindo, em caso de disparo, todo o vão em 0,08 segundos.

Ainda numa fase de desenvolvimento, é a própria empresa que assume que este projecto tem ainda vários obstáculos a ultrapassar. Nomeadamente, a necessidade de funcionar tanto com o tecto aberto como fechado, além de ter de ser compacto o suficiente, para poder ser instalado num tejadilho extremamente fino.

Por outro lado, a Hyundai Mobis garante ter já registadas 11 patentes desta nova tecnologia que, quando passar à produção, deverá inicialmente ser instalada nos SUV mais luxuosos. Com a empresa a revelar que, embora ainda não finalizada, a solução “atraiu já a atenção das principais instituições norte-americanas relacionadas com a segurança rodoviária e indústria automóvel”.

Numa altura em que são cada vez mais as marcas a instalarem tectos panorâmicos nos seus automóveis, o potencial do negócio é claro. Contudo, apesar da inovação do sistema agora apresentado pela Hyundai Mobis, a verdade é que foram já dadas a conhecer outras soluções de airbag igualmente inovadoras, por fabricantes como a Porsche, a Ford ou a Mercedes-Benz. A primeira apresentou uma solução do género, para montagem no pilar A e destinada aos descapotáveis, ao passo que a marca da oval criou mesas de apoio com airbags instalados. Já a Mercedes patenteou um airbag externo, para protecção dos peões.