O Benfica deve estar preparado para aproveitar os pontos fracos do Manchester United no jogo de terça-feira para a Liga dos Campeões de futebol se quiser ambicionar a vitória, disse esta segunda-feira o médio Pizzi.

“Nós temos de estar preparados e temos de estar cientes de que todas as equipas têm limitações e pontos fracos e nós, dentro da estratégia, da nossa forma de jogar e com a nossa ambição, vamos lutar desde o primeiro minuto para contrariar esse bom momento que o Manchester atravessa, não só em casa, mas também na ‘Champions'”, afirmou esta segunda-feira na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Pizzi não escondeu a “ambição e a vontade de conquistar os três pontos”, apesar de estar consciente do desafio que será jogar contra o clube inglês.

Sabemos que é bastante complicado, porque vamos apanhar pela frente uma equipa com excelentes jogadores, com um excelente treinador. Mas temos essa vontade de ganhar, porque, até ser matematicamente possível, vamos continuar a trabalhar e vamos continuar focados no nosso objetivo, que é passar aos oitavos de final”, afirmou.

Questionado sobre o facto de não ter sido titular com a mesma frequência que na época passada, Pizzi reconheceu não ser um “titular indiscutível” e que, perante os momentos menos bons de forma, a atitude é “continuar a trabalhar para conquistar espaço e confiança do treinador”.

O Benfica viajou para Manchester na manhã desta segunda-feira sem os castigados André Almeida e Luisão, defrontando na terça-feira o Manchester United, às 19h45 (mesma hora em Lisboa), em jogo da quarta jornada do grupo A da Liga dos Campeões, que será arbitrado pelo lituano Gediminas Mazeika.

No grupo A da ‘Champions’, os ‘encarnados’ seguem no último lugar sem pontos e, na terça-feira, caso percam ou empatem e o Basileia faça melhor ficam já afastados de qualquer hipótese de apuramento para os oitavos de final. O Manchester United, treinado pelo português José Mourinho, lidera com nove pontos, seguido pelo Basileia com seis, CSKA Moscovo – que visita na terça-feira os suíços – com três e Benfica, sem qualquer ponto.