Caso BES

Há 40 milhões de euros no BES que ninguém reclama

1.508

"Correio da Manhã" diz que a comissão que está a liquidar o "BES mau", que restou da resolução do banco, não consegue identificar os donos de 40 milhões em títulos de dívida do BES.

Miguel A. Lopes/LUSA

A comissão que está a liquidar o “BES mau”, a entidade que restou da resolução do banco, não consegue identificar os donos de 40 milhões de euros em títulos de dívida do BES. O Correio da Manhã avança que entre os credores estarão políticos e gestores que pediram aos bancos onde têm (ou tinham) as contas através das quais investiram para que a sua identidade não fosse revelada.

Desde agosto que a comissão liquidatária está a tentar obter, juntos de bancos não especificados, a identidade dos subscritores destes títulos. Até agora, não foi possível descobrir quem são as pessoas a quem o BES ficou a dever dinheiro. Com baixa probabilidade de recuperar o dinheiro e riscos grandes associados à exposição pública, muitos destes investidores preferem dar o dinheiro por perdido, adianta o Correio da Manhã.

No início, havia cerca de 650 milhões de euros deste tipo de títulos mas, até agora, reclamaram créditos do BES cerca de 24 mil investidores. Mas os 40 milhões continuam, para já, sem dono.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt
Caso José Sócrates

Despoletar a bomba a tempo /premium

Manuel Villaverde Cabral
120

Tão importante como o caso lamentável de Manuel Pinho, foram as emissões televisivas dos interrogatórios de Sócrates que desencadearam os receios do PS quando o viram, por assim dizer, à solta

Caso José Sócrates

César pôs lama na ventoinha /premium

Filomena Martins
1.513

Quando tentou tornar o independente Manuel Pinho no cordeiro a sacrificar para não agitar os pecados do último Governo socialista, despertou todos os fantasmas desse passado vergonhoso da democracia.

Global Shapers

Carta aos pais de filhos na alta competição

Diogo Ganchinho
204

Não saber perder significa não aceitar a derrota com humildade. Existe algo na vitória que jamais se poderá perceber na derrota. Perder e aceitar isso, permite uma aprendizagem oculta nas vitórias.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)