Rádio Observador

Liga dos Campeões

O “chuta-chuta” fez o que ninguém conseguia desde Eusébio

698

Até à noite desta terça-feira, Eusébio tinha sido o último jogador de um clube português a fazer um golo à Juventus na Liga dos Campeões... em Portugal.

PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP/Getty Images

9 de maio de 1968. Estádio da Luz. O “velhinho”. O Benfica recebia a Juventus na meia-final da Taça dos Campeões Europeus. Era aquela a primeira-mão. E venceria por dois golos sem resposta, empatando na segunda a zero em Turim — e seguindo para a final. O primeiro golo foi de José Torres aos 63′. Eusébio também “molharia a sopa”, seis minutos depois.

O Benfica perderia a final, em Wembley, contra o Manchester United de Matt Busby e Bobby Charlton.

O que aqui importa não é tanto a derrota ou não do Benfica. O que aqui importa é que Eusébio havia sido o último jogador de um clube português a fazer um golo à Juventus na Liga dos Campeões… em Portugal.

Eusébio havia sido o último até está terça-feira, claro. Até que Bruno César bateu Buffon aos 20′ em Alvalade.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)