Os dois sírios que fugiram do navio de carga Nagham, que estava atracado no porto de Setúbal vindo de Marrocos, foram encontrados pelos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) no Gare do Oriente. Os dois tripulantes fugiram esta manhã. Na última vez que tinham sido vistos, às sete da manhã, estavam com mochilas às costas e na posse de um cartão amarelo que lhes permitiria tratar de assuntos administrativos ou logísticos,

Segundo um comunicado enviado ao Observador pelo SEF (Serviços de Estrangeiros e Fronteiras), a fuga dos dois sírios foi “partilhada informação na Unidade de Coordenação Antiterrorismo e foi difundida informação para todos os postos de fronteira a nível nacional, incluindo Centros de Cooperação Policial e Aduaneira – Portugal/Espanha” relativamente à fuga dos dois homens.

A identidade dos dois homens já era conhecida. Walid Jenad, de 20 anos, e Bashar Helly, de 22, têm autorização do SEF para “tratar de assuntos logísticos, como ir ao banco” dentro do porto e nos espaço em redor. Esta licença, concedida pelo SEF, é dada aos tripulantes dos navios que chegam ao porto de Setúbal e é apelidada de “yellow card” (carta amarela), explicou ao Observador, o comandante Nicholson Lavrador, da Capitania do Porto Setúbal.

No entanto, esta “não é de todo uma situação normal” acrescenta o responsável do comando marítimo de Setúbal, porque “nem a autoridade, nem o comandante do navio” tiveram conhecimento de que os homens iam sair da embarcação. Apesar disso, o comandante afirmou que não é certo que os dois homens tenham fugido. Neste momento o paradeiro dos sírios é dado como “incerto”.

Um segurança do terminal portuário, que avistou os homens, tê-los-á chamado ao vê-los. Em reação, os indivíduos começaram a correr em direção ao exterior, contou o segurança às autoridades. O alerta para o 112 foi dado de seguida, estando a Polícia Marítima, a Polícia Judiciária, a PSP e a GNR no terreno e o SEF a acompanhar a situação. Foram encontrados no final desta tarde. Segundo o SEF, o navio com bandeira do Panamá chegou a Portugal com 18 tripulantes a bordo. E está previsto partir daqui a dois dias.