Dois jovens foram agredidos de forma violenta por seguranças da discoteca Urban Beach, em Santos, em Lisboa. O incidente aconteceu na madrugada de quarta-feira. Os seguranças foram afastados “de imediato” do grupo, segundo o jornal Público. O Ministério Público abriu um inquérito a este caso.

O vídeo mostra vários seguranças a agredir violentamente dois jovens. O início da filmagem mostra um jovem a levantar um segundo que está no chão e consegue pô-lo de pé. Nesse momento, dois seguranças aproximam-se e um deles dá um pontapé ao jovem, que volta a cair no chão. O segundo jovem tenta levantá-lo mas acaba também ele por ser agredido, com pontapés e murros na cabeça e na zona abdominal. Um segurança salta com os dois pés na cabeça de um dos jovens. No vídeo, vê-se ainda várias pessoas a assistir à cena de pancadaria.

[Aviso: as imagens que constam deste vídeo são violentas e podem impressionar alguns leitores]

[jwplatform dNYNHuc9]

O vídeo está a circular nas redes sociais mas está também a ser enviado por uma conta de e-mail, intitulada Urban Rules, e cujo nome de utilizador é Filmagens Urban.

A atriz Jéssica Athayde comentou o vídeo na sua página do Facebook, numa publicação em que apela à partilha do vídeo em questão. “E já agora, lembrem-se que cada vez que frequentarem este sítio estão a contribuir para que este tipo de situações continuem”, diz ainda a atriz.

O caso está a ser investigado, confirmou ao Observador fonte da PSP, que não quis adiantar mais pormenores sobre a situação. O Observador está a tentar contactar os responsáveis pelo estabelecimento mas, até ao momento, não obteve resposta. Não se conhecem os motivos e nem mais circunstâncias da agressão.

Seguranças afastados. Presidente lamenta a situação

Os seguranças que estiveram envolvidos na cena de agressão foram entretanto afastados, confirmou o presidente do Conselho de Administração da discoteca, Paulo Dâmaso, ao jornal Público. “Não é importante o que antecedeu as agressões, nada justifica, o que é importante é ressalvar que é uma atitude que lamentamos profundamente”, disse.

Paulo Dâmaso considerou a situação “lamentável e repugnante” e esclareceu que a situação aconteceu já depois de a discoteca estar encerrada. O presidente pediu desculpas ao jovem e a todos os presentes.

Esta não é a primeira vez que a discoteca Urban Beach está envolvida em casos de agressão. No final de agosto, um grupo de 15 jovens disse ter sido agredido por vários seguranças da discoteca. Uma mulher de 20 anos, de nacionalidade filipina, chegou a ser levada de ambulância para o Hospital de São José.