O piloto brasileiro Felipe Massa (Williams) anunciou este sábado a sua decisão de pôr termo em definitivo à sua carreira na Fórmula 1 no final da atual temporada.

“Todos sabem que, depois ter anunciado a minha retirada no ano passado, aceitei regressar para ajudar a Williams. Foram quatro anos maravilhosos com esta equipa, mas a minha carreira na Fórmula 1 terminará definitivamente no final da presente temporada”, escreveu o piloto, em comunicado divulgado pela escuderia.

Felipe Massa, de 36 anos, tinha já anunciado em setembro do ano passado o abandono da competição no final da temporada, mas acabaria por, a pedido da Williams, permanecer mais uma temporada depois da transferência do seu colega de equipa,l o finlandês Valtteri Bottas, para a Mercedes.

Na Fórmula 1, Massa nunca chegou a ser campeão, tendo estado próximo de o conseguir no final da temporada de 2008 — na última volta do Grande Prémio do Brasil, o último da temporada, inglês Lewis Hamilton ultrapassou o alemão Timo Glock e subiu à quinta posição, relegando o brasileiro para o segundo lugar do campeonato por apenas um ponto.

Ao volante do Williams, o brasileiro participará nos dois últimos grandes prémios da temporada — Brasil, em 12 de novembro, e Abu Dhabi, em 26 de novembro -, totalizando 15 temporadas na modalidade ‘rainha’ do automobilismo, com 268 grandes prémios disputados.

Massa, que na Fórmula 1 passou também pela Sauber e pela Ferrari e está atualmente no 11.° lugar do campeonato, iniciou a carreira nos ‘karts’, há 27 anos.

Ao longo da sua carreira na Fórmula 1, o piloto brasileiro venceu 11 corridas e subiu 41 vezes ao pódio.

A Williams ainda não anunciou quem substituirá Massa na próxima temporada, com o nome do polaco Robert Kubica a ser apontado como uma forte possibilidade.