Bugatti

Grande negócio. Anda de Chiron e ganha 1,2 milhões

Se quer um Chiron, saiba que existe um, usado, à venda no Reino Unido. Só que custa 4 milhões de euros. É que depois de ter posto 2.140 km no Bugatti, o dono não abdica de lucrar 1,2 milhões de euros.

Autor
  • Francisco António

Exemplo perfeito da exclusividade e estatuto que um automóvel pode atingir, o Bugatti Chiron faz parte daquele pequeno lote de propostas ao alcance apenas de uma franja reduzida de clientes em todo o mundo. Motivo pelo qual, quando surge uma unidade à venda, ainda que usada, o tema só pode ser notícia. Ainda para mais, quando o valor pedido pelo superdesportivo (usado) suplanta o preço de um novo!

A história conta-se em poucas palavras: a Romans International acaba de colocar à venda o primeiro Chiron usado no Reino Unido. Por 4 milhões de euros, uma vez que o dono da unidade em causa pretende fazer um lucro acima dos 1,2 milhões de euros, aproveitando-se da dificuldade que é conseguir inscrever o nome na lista de potenciais compradores do Chiron.

Disponível, actualmente, no Reino Unido, por um preço pouco acima dos 2,8 milhões de euros, quando novo, o Chiron agora à venda esgrime o aliciante-extra de ter sido um dos primeiros exemplares entregues em terras de Sua Majestade, além de exibir um pacote de pele e carbono para o interior, que terá acrescido ao preço de compra perto de 60 mil euros, assim como bancos em fibra de carbono, opcional com um custo de 18 mil euros. Soluções que, reconheça-se, não deixam de ajudar a “desculpar” o desejo de um lucro tão elevado. Se bem que o conta-quilómetros indique que o actual dono não deixou de se divertir ao volante do coupé: estão registadas 1.330 milhas, a que correspondem pouco mais de 2.140 km…

Embora o Chiron ainda não tenha toda a sua produção vendida, a verdade é que qualquer cliente que apresente uma ordem de compra, neste momento, junto da Bugatti, só deverá receber o seu carro dentro de, sensivelmente, quatro anos. Pelo que aquilo que nós estamos a fazer é oferecer a oportunidade de passar à frente na fila. Vantagem que, naturalmente, é preciso ser paga em consonância”, comenta o director da Romans International, Tom Jaconelli.

O preço pedido pelo Chiron não parece ser uma preocupação para a empresa responsável pela venda, a qual garante ter conseguido vender, só este ano, um Maserati MC12, além de um par de unidades Ferrari LaFerrari. Propostas que, segundo a Romans International, terão atingido valores na ordem dos 3,3 milhões de euros, cada.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)