O Ministério da Administração Interna escolheu o tenente-general Carlos Manuel Mourato Nunes, antigo comandante geral da GNR entre 2003 e 2008, para novo presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), informou o Governo em comunicado à imprensa.

“Licenciado em Ciências Militares e Engenharia Geográfica, o Tenente-General Mourato Nunes passou também pelo Instituto de Altos Estudos Militares, onde concluiu o Curso de Oficial General e o Curso Geral de Comando e Estado-Maior”, lê-se na nota biográfica do militar enviada aos jornalistas.

Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil demitiu-se

“Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades do Exército e nas Forças de Segurança, bem como desempenhou cargos de direção de alto nível na Administração Pública. Foi Diretor do Instituto Geográfico do Exército entre 1993 e 1999 e Presidente do Instituto Geográfico Português entre 2002 e 2003, altura em que foi promovido a Tenente-General e assumiu as funções de Comandante Geral da Guarda Nacional Republicana, até 2008. De 2008 a 2010 foi Secretário-geral do Secretariado para a Cooperação entre os Países de Língua Portuguesa em matéria de Segurança Pública. De 2010 a 2012 foi Presidente do Conselho Coordenador de Cartografia e Diretor-geral do Instituto Geográfico Português. É atualmente Consultor de Segurança e Defesa“, detalha ainda o comunicado.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, “vai agora desencadear os procedimentos tendo em vista a sua nomeação, concretamente a audição da Comissão Nacional de Proteção Civil, amanhã, dia 6 de novembro, pelas 12h00”.

O anterior presidente da ANPC, Joaquim Leitão, demitiu-se no dia 19 de outubro, na sequência das críticas que foram dirigidas à Proteção Civil depois dos incêndios que se registaram entre junho e outubro.