Uma mulher de 70 anos, internada no Hospital de Santa Maria, morreu esta segunda-feira e um homem, de 77, a receber tratamento num hospital privado, morreu também, avança a diretora-geral de Saúde, Graça Freitas.

No total foram identificados 29 casos da doença. De acordo com a diretora-geral de Saúde, o número de doentes tem vindo a diminuir desde o passado sábado, dia em que foram diagnosticadas 14 pessoas, pelo que “não deverá haver muitos mais casos”.

Como é que a bactéria da Legionella se transmite

Graça Freitas voltou a dar como fonte provável de infeção e contaminação o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, mas remeteu para os resultados das análises, a cargo do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge , o veredito final, que deve ser conhecido no prazo de duas semanas.

A diretora-geral de Saúde garantiu ainda que estão a ser feitas “vistorias exaustivas ao hospital”, para perceber as causas da infeção.

No total estão internadas 26 pessoas (uma teve alta), 3 delas nos Cuidados Intensivos. “A maioria dos doentes tem mais de 70 anos e são doentes de facto de risco porque são pessoas com múltiplas patologias, e patologias muito graves“, disse Graça Freitas, admitindo que há “uma taxa de mortalidade elevada nestas situações”.

Legionella. Que doença é esta que já fez dois mortos?