A Assembleia da República de Moçambique ratificou esta quarta-feira o Acordo de Paris sobre mudanças climáticas que o país assinou durante a Conferência das Nações Unidas realizada em 2015, conhecida por COP 21.

A presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, anunciou que a ratificação foi feita por consenso e aclamação entre a Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal partido da oposição, e Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

A COP21 definiu metas para a redução dos efeitos das mudanças climáticas. Ainda na sessão desta quarta-feira, o parlamento moçambicano ratificou a Convenção da União Africana sobre Proteção das Pessoas Deslocadas, também por consenso e aclamação.