Carta de condução

Cartas de condução emitidas caem um quarto em 2016

O número de cartas de condução emitidas em Portugal diminuiu 25,5% em 2016, face ao ano anterior, para cerca de 930 mil, revela esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

O número de cartas de condução emitidas em Portugal diminuiu 25,5% em 2016, face ao ano anterior, para cerca de 930 mil, revela esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). Em 2015 as cartas de condução emitidas tinham aumentado 63% para 1,24 milhões.

As estatísticas de 2016 dos transportes e comunicações, divulgadas pelo INE, confirmam as estatísticas preliminares do instituto, divulgadas em abril, nomeadamente o aumento de 14,3% dos passageiros transportados nesse ano nos aeroportos nacionais, num total de 45,4 milhões de pessoas.

O número de passageiros transportados por ferrovia aumentou 2,7%, para 133,9 milhões de passageiros, enquanto o movimento de mercadorias por via ferroviária caiu 6,3% no ano passado, depois de ter aumentado 7,9% em 2015.

O transporte de mercadorias em veículos rodoviários pesados voltou a cair no ano passado cerca de 4%, mais do que a queda de 1,9% em 2015, totalizando 148,6 milhões de toneladas.

Nos portos, o movimento de mercadorias atingiu no ano passado as 91,3 milhões de toneladas, aumentando 5,1%, mas menos do que o aumento de 7,7% em 2015. Em transporte internacional, que representa 83,7% do total, foram movimentadas 76,5 milhões de toneladas, ou mais 0,8%.

Nos aeroportos, o movimento de passageiros chegou aos 45,3 milhões, aumentando 14,3%, mais do que o aumento de 11% em 2015, enquanto o movimento de carga (135,4 mil toneladas) subiu 1,6%, recuperando face à queda de 2,2% em 2015, e o de correio (14,7 mil toneladas) aumentou 4,6%.

Relativamente a telecomunicações, o INE assinala o aumento de 24,6% no tráfego de acesso à internet por banda larga, um crescimento que no acesso móvel foi de 48,6%.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Descobrimentos

Uma lança em África /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Neste tempo, em que muitos se orgulham do que os deveria envergonhar, também há quem se envergonhe das glórias da história de Portugal.

Política

Precisamos da Esquerda

António Pedro Barreiro

Na guerra cultural em curso, a nova Esquerda esqueceu o povo e assumiu a defesa da excentricidade das elites. Eu, que não sou de Esquerda, acho que uma outra Esquerda faz falta ao sistema político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)