As autoridades canadianas determinaram que a palavra “f…” já não é considerada um tabu e pode, a partir de agora, passar nas rádios onde se fale a língua francesa. O calão foi considerado comum pelo Concelho Canadiano de Radiodifusão (CBSC, sigla em inglês), que antes havia classificado a palavra de apropriada apenas para adultos, tanto na língua francesa como inglesa, banindo-a da televisão e da rádio até ao horário nobre — e, mesmo assim, só podia surgir mediante aviso.

A decisão surgiu depois de a rádio de Montreal CKOI-FM ter passado dois clips onde se ouvia a palavra em questão — um deles referia-se a um discurso de Madonna, numa marcha de mulheres em Washington em resposta à eleição de Donald Trump, e o outro a um concerto da banda Green Day.

O concelho acabou por concordar com o argumento da rádio perante as queixas que foram feitas e considerou o palavrão “comum”, como parte da língua francesa. “O painel [da CBSC] enfatiza, a este respeito, que a linguagem é evolutiva e reflete a sociedade atual”, cita o britânico The Guardian. “Se a palavra é usada com pouca frequência e não enquanto insulto dirigido a uma pessoa em particular, será considerada aceitável no contexto da programação feita na língua francesa”.