Desporto

Presidente do COP espera fechar até final do ano contrato-programa para Tóquio

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP) espera que o contrato-programa com o Governo para os Jogos Tóquio2020 esteja assinado até ao final do ano.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, assumiu na quarta-feira que espera que o contrato-programa com o Governo para os Jogos Tóquio2020 esteja assinado até ao final do ano.

Espero que se chegue a esse entendimento. Já entregámos há bastante tempo o nosso projeto. Tivemos duas reuniões com o governo sobre essa matéria. Aguardamos agora o encerramento das negociações e o pacote financeiro que lhe está adstrito”, disse o líder do COP.

De acordo com José Manuel Constantino, a principal preocupação do COP “é que não haja hiatos entre o final deste ano e o início do próximo”. “Esperamos até final do ano assinar o contrato para sabermos com o que podemos contar a partir de janeiro. Isso é absolutamente essencial e é a nossa grande preocupação”, frisou.

À margem da cerimónia Celebração Olímpica, em Lisboa, e que premiou os melhores de 2017, o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Ribeiro, disse, por seu lado, esperar ter o acordo fechado “em dias”. “Ele disse-me também isso. Que esta semana ou na próxima ficaria o assunto encerrado. Estão a decorrer as negociações do Orçamento de Estado, portanto temos de aguardar”, explicou.

O objetivo é ter tudo fechado até ao final do ano, para que todos saibam com o que contam no início de 2018.

“Espero que até ao final do ano as coisas fiquem acordadas, seguras, para que, quando iniciarmos o próximo ano, os atletas, os treinadores, as federações e o comité olímpico saibam com o que contam até 2020”, concluiu José Manuel Constantino.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mundial 2018

A melhor defesa é a Itália /premium

Bruno Vieira Amaral

Que mundo é este em que toda a gente se indigna com a situação dos refugiados e ninguém se condói do povo italiano, obrigado a ter de escolher uma selecção estrangeira para apoiar.

Futebol

Gelson Martins e Bruno Fernandes no Benfica? Não!

José Andrade e Sousa

Se o Benfica resistir a contratar os jogadores que rescindiram com o Sporting e o fizer com convicção e não por oportunismo, manter-se-á fiel à sua matriz, dará um grande exemplo e marcará a diferença

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)