O número de pedidos de refúgio no Brasil subiu para 15.547 até julho, 51 por cento mais do que as solicitações de todo o ano de 2016 (10.308), de acordo com dados do Comité Nacional de Refugiados (Conare).

Segundo os mesmos dados, citados pela rede de televisão brasileira GloboNews, em 2017 a Venezuela ocupa o topo do ranking com maior número de cidadão que procuram refúgio no Brasil, com 6.823 solicitações, o que representou um aumento de 102% se comparado aos 3.375 pedidos registados em 2016. Em seguida aparece Cuba, Angola e Senegal.

De acordo com o Conare, o número de nacionalidades aumentou de 96 em 2016 para 116 até julho de 2017.

Os números do Conare mostraram que os pedidos de refúgio de estrangeiros de nacionalidades africanas, entre 2016 (ano inteiro) e de janeiro a julho de 2017 aumentaram 33%, passando de 3.184 para 4.281 pedidos.