Christian Bale é um verdadeiro camaleão. Em 2004, perdeu 30 quilos e quase deixou de dormir para interpretar o protagonista do filme “O Maquinista”. Poucos meses depois, era um Batman musculado em “Batman – O Início”. Em 2013, estava inchado, de barba e cabelo comprido em “Golpada Americana”.

Desta vez, está gordo, careca e muito longe do sex symbol que deixou raparigas a suspirar pelo Batman. O El País conta que Christian Bale engordou mais de 30 quilos sem se esforçar muito: o ator comia todos os bolos que via e deixou de fazer exercício físico.

O ator em “O Maquinista”

Depois de “Golpada Americana”, Bale tinha dito que não voltaria a submeter o seu corpo a transformações tão radicais. Mas este papel convenceu-o. “Não sei porque é que estou a fazer isto outra vez. Disse que não podia fazê-lo outra vez, mas o palhaço do Adam McKay escreveu um guião tão bom que não pude recusar”, disse o ator à agência Reuters.

Adam McKay é o argumentista e realizador de “Backseat”, o filme onde Christian Bale vai ser Dick Cheney, vice-presidente dos Estados Unidos durante o mandato de George W. Bush.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Tentei encontrar razões para dizer que não, mas ele tinha sempre uma resposta para mim. No final disse: “Maldição. Tens razão, tenho que o fazer”, contou Christian Bale.