Faltando um Guerrero, houve 11 “guerreiros”: apesar da ausência do veterano goleador Paolo Guerrero após ter sido suspenso por um controlo anti-doping positivo, o Peru conseguiu como equipa disfarçar a falta do seu principal líder e confirmar o favoritismo diante da Nova Zelândia, vencendo por 2-0 com golos de Jefferson Farfán e Christian Ramos. Assim, os sul-americanos foram a 32.ª e última seleção a garantir presença no Mundial.

A Itália, o Chile, a Holanda e os Estados Unidos serão as quatro principais ausências na fase final que se irá disputar na Rússia mas, olhando para a lista de 2012, há mais oito equipas que ficarão também de fora quatro anos depois: Grécia, Bósnia, Costa do Marfim, Gana, Camarões, Argélia, Equador e Honduras.

Espanha, Costa Rica e Nigéria ou México, Irão e Panamá? Quem pode calhar a Portugal no Mundial

O sorteio vai agora realizar-se em Moscovo, no dia 1 de dezembro, com Portugal, o atual campeão europeu, a ter lugar assegurado como cabeça-de-série. Os potes finais para o evento serão os seguintes:

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Pote 1: Rússia, Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polónia e França

Pote 2: Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, México, Uruguai e Croácia

Pote 3: Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egito, Senegal e Irão

Pote 4: Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita

Recorde-se que a Seleção Nacional terá a sua sétima participação em fases finais de Campeonato do Mundo, quinta consecutiva. O melhor resultado acabou por ser o terceiro lugar alcançado na estreia, em 1966 (Inglaterra); depois disso, Portugal conseguiu ainda uma quarta posição no Mundial de 2006, na Alemanha.