Um folhado de salsicha no lugar de menino Jesus, foi assim que a cadeia de padarias Greggs, sediada no Reino Unido, decidiu promover a campanha de Natal – os famosos calendários relacionados com a época do advento -, que terá início na próxima segunda-feira. A imagem da campanha é então um presépio que contém os três reis magos e, no lugar do menino Jesus, um folhado de salsicha. A ideia? Ter os três homens sábios reunidos em torno do berço – não do menino Jesus, mas sim do folhado.

Depois do lançamento da imagem da campanha, a Greggs já pediu desculpas, porque muitas críticas surgiram nas redes sociais, e não só, principalmente vindas de cristãos. A cadeia não retirou o produto do mercado, mas declarou, em comunicado: “Desculpem termos causado qualquer ofensa, essa nunca foi a nossa intenção.”

Simon Richars, líder da Freedom Association, um grupo de direita, afirmou que o anúncio era doentio e que “todos sabemos que não devemos ousar insultar outras religiões.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O porta-voz da Aliança Evangélica, Daniel Webster, disse que “colocar um folhado de salsicha na manjedoura de uma cena de Natal parece ser a fabricação de um escândalo para vender produtos cozidos e negligenciar a verdadeira essência do Natal. Todos os anos, algumas empresas criam uma controvérsia no Natal para obter ganhos comerciais; parece ser mais cedo a cada ano “.

Se muitas críticas houve, também muitos acharam piada ao anúncio e não perderam tempo em mostrá-lo no Twitter.

“O maior erro da Greggs foi terem usado folhado de salsicha e não bife cozinhado. Ou uma novidade com queijo e bacon”, partilha uma utilizadora.

“Não vejo nenhum problema com o que a Greggs fez, visto que o menino Jesus é a salsicha”, comenta outro utilizador.

Há ainda quem ache que tudo isto não passou de uma estratégia de marketing, até mesmo o pedido de desculpas feito pela companhia.

https://twitter.com/tomwalkr/status/930786537008189441?ref_src=twsrc%5Etfw&ref_url=http%3A%2F%2Fwww.theweek.co.uk%2F89733%2Fgreggs-apologises-for-swapping-jesus-with-a-sausage-roll-in-nativity-scene

Um utilizador partilha então a sua teoria da conspiração, dizendo que se “a Greggs planeou toda a situação do menino Jesus salsicha, incluindo o pedido de desculpas, como um golpe de publicidade” foi inteligente.

O anúncio do lançamento do calendário foi feito pela cadeia esta semana e um porta-voz da Greggs disse que os calendários de Natal existem há anos “então achamos que era hora de levar o conceito mais a fundo. Os fãs não vão ficar desapontados com o que está por detrás das portas.”