Modelo que representa o que melhor a Mazda possui em termos de produto, o 6 prepara-se para receber mais uma actualização, enquanto a nova geração não chega. Segurança, acabamentos e motores concerntraram a atenção da marca nipónica, neste restyling cuja apresentação terá lugar no próximo Salão Automóvel de Los Angeles, EUA. Mercado que, aliás, terá ainda direito a mais um motor, também a gasolina.

O bloco em questão, que ainda poderá chegar à Europa, é um quatro cilindros 2,5 litros SKYACTIV-G com injecção directa e sistema de desactivação de cilindros. Tecnologia que permite ao propulsor funcionar, quando em momentos menos intensos, apenas com dois cilindros, melhorando assim os consumos em condições de utilização reais, sem quaisquer prejuízos na performance do veículo.

No caso específico do mercado americano, o Mazda 6 passará a dispor ainda do motor a gasolina sobrealimentado SKYACTIV-G 2.5T, estreado no SUV Mazda CX-9.

Já no que diz respeito à estética, os designers procuraram, segundo o fabricante, reforçar a sensação de qualidade interior e exterior do novo Mazda 6, com destaque para a introdução de novos materiais, como a madeira japonesa sem -material vulgarmente utilizado, no Japão, em instrumentos musicais e no mobiliário tradicional. Sendo que também o design procurou tornar-se “mais elegante e imponente”, refere a Mazda.

No capítulo da segurança, o destaque vai para a introdução de novas tecnologias i-ACTIVSENSE, as quais procuram ajudar o condutor a identificar riscos potenciais e a reduzir a probabilidade de danos materiais ou físicos. É o caso do Mazda Radar Cruise Control (MRCC), que já consegue imobilizar totalmente o veículo, recolocando-o em andamento assim que a viatura da frente começa a avançar, ou ainda da mais recente geração de monitorização 360° View Monitor da marca.

Por conhecer fica a data a partir da qual o Mazda 6 renovado estará disponível no mercado europeu, e nacional, e por que preços.