O Festival de Cinema de Cannes do próximo ano está marcado de 8 a 19 de maio e essa edição dará início a um novo período nos 70 anos de história do festival, anunciou esta quarta-feira a organização.

“Depois de uma edição de aniversário de 2017, o festival abre um novo período da sua história. Queremos renovar o mais possível a organização, continuando a interrogar o cinema da nossa época e a acompanhar as suas mudanças”, disse o presidente do festival francês, Pierre Lescure, em comunicado.

De acordo com o dirigente do evento, o novo calendário permitirá reequilibrar as duas semanas de exibição do festival, numa melhor articulação das exibições de filmes em antestreia também no resto do país.

Este ano, o Festival de Cinema de Cannes, um dos mais importantes a decorrer na Europa, celebrou 70 edições, com a atriz francesa Isabelle Huppert como madrinha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O festival distinguiu filmes como “O quadrado”, de Ruben Ostlund, com a Palma de Ouro, e “120 batimentos por minuto”, de Robin Campillo, com o grande prémio.

Este ano, em Cannes foram exibidos dois filmes portugueses: a longa-metragem “A Fábrica de Nada”, de Pedro Pinho, que recebeu o Prémio FIPRESCI, da Federação Internacional de Críticos de Cinema, e a curta-metragem “Coelho Mau”, de Carlos Conceição.