Centenário

Santuário de Fátima registou um aumento considerável de peregrinos asiáticos

O Santuário de Fátima, que este ano comemorou o centenário das aparições, registou um aumento considerável de peregrinos provenientes da Ásia, o que é um sinal de "internacionalização".

Paulo Cunha/LUSA

O Santuário de Fátima, que este ano comemorou o centenário das aparições, registou um aumento considerável de peregrinos provenientes da Ásia, consolidando assim a sua internacionalização, disse à agência Lusa o padre Carlos Cabecinhas.

O reitor do Santuário, que falava no final da sua intervenção no Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação, que decorre esta quarta-feira e quinta-feira em Fátima, referiu que 2017 é um ano de “crescimento incrível de peregrinos em Fátima”.

Nós já tínhamos um grupo muito significativo de peregrinos europeus e da América Latina, mas este ano a grande novidade foi a Ásia, com crescimento exponencial dos peregrinos vindos da Coreia do Sul, da Índia, da Indonésia, das Filipinas e também da China continental”, salientou.

Segundo o padre Carlos Cabecinhas, habitualmente a China não tinha grupos de peregrinos, “mas este ano foram muitos os grupos”.

O que para nós é sinal desta internacionalização de Fátima, que o centenário veio consagrar. Houve muitas ocasiões, sobretudo entre maio e outubro, em que o número de peregrinos estrangeiros não apenas duplicou como chegou a triplicar, o que para nós é particularmente significativo”, frisou o reitor do Santuário, que ainda não dispõe de números relativamente ao número de peregrinos deste ano.

No entanto, o reitor do Santuário reconhece que, nos próximos anos, não vai ser possível manter os números de 2017, “que foi um ano atípico por ser ano de centenário [das aparições], que não é replicável nos próximos anos”.

“Mas temos também a clara perceção de que este aumento significativo do número de peregrinos em Fátima manifesta o quanto Fátima é hoje um destino significativo um pouco por todo o mundo”, salientou.

Nos anos anteriores, o Santuário de Fátima acolheu entre 5,5 a 6,5 milhões de peregrinos em celebrações, sem contar com o número de visitantes que acabam por não participar nas celebrações.

O congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação levou a Fátima representantes dos países membros da Organização Mundial de Turismo (OMT) com o objetivo de refletir sobre o potencial e o papel do turismo religioso e dos lugares sagrados como uma ferramenta para o desenvolvimento do turismo sustentável.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Centenário

100 anos da Revolução: Porquê na Rússia?

Jaime Nogueira Pinto
294

Lenine e os seus, que no exílio de Zurique souberam com surpresa da insurreição, lograriam depois, da Estação de Finlândia ao assalto ao Palácio Inverno, acender o rastilho do revolucionário século XX

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)