O deputado único do PAN, André Silva, destacou esta sexta-feira a “recuperação de rendimentos” como elemento positivo dos dois anos de governo PS e atacou o que classifica como “pibomania” e a pouca preocupação com o ambiente.

“Dois aspetos, um extremamente positivo que é a reposição de rendimentos”, destacou André Silva, acrescentando, pelo lado negativo “uma forma de olhar para a economia tradicional, conservadora, apenas focada no crescimento a qualquer custo, na ‘pibomania’, sem qualquer preocupação com o ambiente que é a base da economia”.

Em declarações à agência Lusa a propósito dos dois primeiros anos de Governo PS, que tomou posse no dia 26 de novembro de 2015, adiantou que o PAN está a preparar um “pacote para reformar o direito ambiental”, lamentando que “em Portugal compense poluir”.

O objetivo será “dar uma maior capacitação à Justiça portuguesa de intervir e de penalizar os prevaricadores”, contrariando a ideia de que “compensa em Portugal poluir” porque o “regime contraordenacional e o regime penal são extremamente brandos”.

Por outro lado, na segunda parte da legislatura, o PAN “continuará a lutar por uma maior consciencialização dos cidadãos e do Governo” quanto à forma como se produz e consome no país.

Quanto às próximas legislativas, o deputado do PAN considerou “o importante acima de tudo é não existirem maiorias absolutas seja de que governo for”.

“Independentemente disso tudo, seja com esta solução governativa ou com outra, o PAN fará aquilo com que se comprometeu, fazer pontes com todos os partidos e fazer aprovar medidas quotidiano das pessoas”, disse.