Depois de em julho, o clube espanhol ter anunciado que o argentino tinha renovado contrato até 2021, o FC Barcelona anunciou oficialmente, este sábado, a esperada renovação com o argentino Lionel Messi até 30 de junho de 2021. A cláusula de rescisão é de 700 milhões de euros.

“O FC Barcelona e o jogador Leo Messi assinaram esta manhã um novo contrato válido até 30 de junho de 2021. A cláusula de rescisão foi fixada em 700 milhões de euros. Desta forma, o craque argentino, de 30 anos, finalizará o seu contrato depois de 17 temporadas na primeira equipa”, lê-se no comunicado do clube catalão, cujo vínculo com o argentino expirava em junho de 2018.

O craque argentino de 30 anos chegou ao Barça no ano 2000, com 13 anos, vindo das escolinhas do Newell’s Old Boys, na Argentina. Desde então não mais saiu do clube catalão, passando por todas as categorias. Em 2004, com 16 anos, estreou-se na equipa principal, num particular, contra o FC Porto. A estreia em jogos oficiais aconteceria um ano depois, com 17 anos, frente ao Espanyol. O primeiro golo foi numa partida contra o Albacete, em Camp Nou.

Desde que chegou ao Barça, há 4.788 dias, como contabiliza o clube na conta oficial de Twitter, Messi jogou 602 partidas e marcou 523 golos. Somou ainda 30 troféus.

Este anúncio oficial, chega depois de o futebolista argentino ter recebido, esta sexta-feira, o quarto prémio de Bota de Ouro da Europa, que distingue o melhor marcador nas ligas europeias. Na época 2016/17, Messi marcou 37 golos na Liga espanhola. Na cerimónia de entrega do prémio, o jogador disse que não se considerava “um avançado”, mas antes “um sortudo por marcar golos” graças aos colegas de equipa. Nessa ocasião, Messi recusou falar da renovação pelos catalães.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR