Cinco desportistas russos foram esta segunda-feira sancionados pelo Comité Olímpico Internacional (COI) pelo recurso a substâncias dopantes nos Jogos Olímpicos de inverno Sochi2014, com dois deles a perderem os títulos olímpicos conquistados.

Com base nas conclusões das audições da Comissão Oswald sobre os atletas implicados no escândalo de dopagem estatal russo, Aleksei Negodailo e Dimitri Trunenkov foram desclassificados e viram os seus resultados nos Jogos Olímpicos de 2014 anulados, perdendo assim o ouro conquistado juntamente com outros dois colegas no bobsleigh.

As biatletas Yana Romanova e Olga Vilukhina, prata na prova de 7,5 quilómetros, ficaram igualmente privadas das suas medalhas. O atleta de skeleton Sergei Chudino também foi desclassificado.

Os cinco desportistas russos ficam também excluídos de qualquer futura edição dos Jogos Olímpicos.

Estas últimas sanções elevam para 19 o número de atletas irradiados, apenas este mês, de futuras edições dos Jogos.

O COI está a testar novamente todas as amostras de desportistas russos que participaram nos jogos ‘nacionais’ de Sochi2014, na sequência da descoberta de um sistema de dopagem alargado com apoio institucional.

A entidade olímpica decidirá em 5 de dezembro se a Rússia poderá participar nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang.