Cinco filmes portugueses, entre os quais “Verão danado” e “A fábrica de nada”, e outras duas coproduções nacionais integram o Festival de Cinema de Turim, que decorre em Itália.

Em competição pelo prémio Cipputi – que distingue os melhores filmes sobre a temática do trabalho – estão “A fábrica de nada”, de Pedro Pinho, e “Spell Reel”, de Filipa César.

Na secção “Viagem” foram incluídos a curta-metragem “Silêncio” (2007) e a longa “Nove dedos” (2017), dois filmes do realizador francês F.J. Ossang coproduzidos por Portugal, e “Margem sul”, uma média metragem de José Álvaro de Morais, feita em 1994.

A todos eles juntam-se ainda, na secção “Onde” – sobre filmes em que o cinema dialoga com a arte contemporânea -, “Colo”, de Teresa Villaverde, e “Verão danado”, primeira obra de Pedro Cabeleira.

O 35.º Torino Film Festival termina no dia 2 de dezembro.