Os brasileiros do Grémio de Porto Alegre conquistaram pela terceira vez na sua história a Taça Libertadores da América em futebol, ao vencerem quarta-feira no reduto dos argentinos do Lanús por 2-1, na segunda mão da final.

Depois do triunfo caseiro por 1-0, o conjunto comandado por Renato Gaúcho venceu na Argentina com tentos de Fernandinho, aos 27 minutos, e de Luan, aos 42, repetindo os triunfos de 1983 e 1995. José Sand reduziu, aos 75, de grande penalidade.

Ao arrebatar a Taça Libertadores, o Grémio, vencedor da Taça Intercontinental em 1983, segue diretamente para as meias-finais do Mundial de clubes, nas quais defrontará o Pachuca, do México, ou o Wydad Casablanca, de Marrocos, a 12 de dezembro.