O novo presidente executivo da Portugal Telecom/Altice escolheu Alexandre Matos como administrador financeiro (CFO). A nomeação decidida por Alexandre Fonseca tem efeitos imediatos, revela a empresa em comunicado. Alexandre Matos era assessor financeiro do grupos MSF, construção, e Maló, clínicas dentárias, tendo sido entre 2010 e 2015 administrador financeiro da construtora Opway que foi assumida pelos quadros na sequência da queda do Grupo Espírito Santo. Passou ainda pelas empresas Top Atântico e Páginas Amarelas e teve funções de gestão no grupo RAR e na PriceWaterHouseCoopers, onde iniciou a carreira como auditor.

Alexandre Matos vai ocupar o cargo que foi deixado vago em abril depois da demissão de Guy Pacheco, que saiu na sequência de divergências sobre o projeto empresarial da Altice para a PT. A sua demissão foi conhecida pouco antes de ter sido anunciada a mudança da marca PT para a Altice.

As funções de CFO foram até agora desempenhadas de forma interina por Gustavo Monteiro.

A Portugal Telecom anunciou na semana passada uma reorganização da administração que passou pela nomeação para presidente executivo de Alexandre Fonseca. A anterior ocupante do cago, Claudia Goya, foi indicada para a presidência do conselho de administração, sem funções executivos. Paulo Neves, que foi presidente PT com funções executivas saiu do grupo.

Estas mudanças são uma sequência da reorganização da administração da casa mãe, a Altice que procura responder à intranquilidade dos mercados depois de quedas sucessivas no valor das suas ações em bolsa.