O Tribunal de Instrução Criminal vai levar a julgamento 17 dos 18 polícias que estavam acusados de agressões a jovens na Cova da Moura. A informação está a ser avançada pelo Correio da Manhã e pela TVI24. Os agentes estavam acusados dos crimes de tortura, racismo e injúria.

Agentes da PSP acusados de crimes de tortura, racismo e injúria

Em causa está um processo longo que começou com os jovens a serem constituídos arguidos, por alegadamente terem invadido a esquadra de Alfragide para libertarem um outro jovem que tinha sido detido: foram indiciados pelos crimes de resistência e coação contra funcionários, injúria, dano e ofensa à integridade física.

Mas o caso não ficou por aí, com vários testemunhos a contrariarem esta narrativa. A PJ interveio e, ouvidos 30 testemunhos e recolhidas provas, entre relatórios médicos e cruzamento de informação, foi a versão dos jovens que prevaleceu sobre a dos polícias.