Apesar de faltarem meses para o Festival Eurovisão da Canção, a organização já divulgou imagens de como será o palco, num desenho que é inspirado na cultura e história portuguesas. Segundo a página oficial do evento, a realizar-se em maio na Altice Arena, em Lisboa, o palco foi concebido por Florian Wieder, o mesmo nome responsável pelos palcos de diferentes edições, a de 2017, em Kiev, incluída.

“Portugal e, em particular, Lisboa são uma fusão de culturas”, diz Florian Wieder, que garante que o Festival Eurovisão da Canção de 2018 vai funcionar como “uma expedição por diferentes culturas na Europa e à volta do mundo”.

O palco vai ser inspirado na história e cultura portuguesas. © Divulgação

Segundo o criador, o palco vai ser inspirado no casco de um navio, bem como em quatro elementos ligados à história de Portugal: navegação, oceano, navios e mapas. Se na primeira categoria a esfera armilar da bandeira nacional é tida como o elemento visual de todo o conceito, o oceano ganha destaque com o design do palco a refletir uma interpretação moderna de uma onda arrebatadora (e sua forma orgânica).

Já a estrutura do palco encontra inspiração na construção dos barcos que, em tempos, nos permitiram navegar pelos oceanos. E os mapas? “As linhas radiais de um mapa espalham-se em diferentes direções para ligar todos esses espaços. Lisboa torna-se no centro onde todas linhas se encontram”, diz Florian Wieder.

Paulo Resende, vice-produtor executivo da Eurovisão 2018, explicou que “os requisitos conceptuais visam respirar uma identidade portuguesa”, bem como elegância, modernidade e distinção. A próxima edição do festival acontece nos dias 8, 10 e 12 de maio, em Lisboa.